Se todos fossem no mundo iguais a vocês…

O amor é um sentimento inexplicável, ou melhor, é um sentimento que se explica a partir do cuidado, da cumplicidade, da atração, dos olhares e todas as suas formas mágicas de manifestação.

O amor de Danny Bittencourt e Mariel Barbachan é avassalador, é um verdadeiro encontro de almas, de duas mulheres que diariamente vivem para ser felizes e espalhar amor, coragem, destreza e força por onde passam. São mulheres que se permitiram viver o amor, e estar juntas é o que basta para enfrentar as adversidades, para ser felizes e conquistar o mundo.

A união, a celebração deste amor, aconteceu no sábado (26 de maio) e reuniu familiares e amigos, que estavam em uma única sintonia, na mesma energia desde casal de jovens mulheres que formaram uma família, que é só amor, compaixão e dedicação, e que em breve deve crescer para completar tudo o que um dia elas sonharam ser.

Um amor que a distância uniu ainda mais, onde a poesia é diária, que o olhar expressa tudo o que é preciso ser dito. Meninas, que a vida de vocês seja leve, serena, assim como o amor de vocês, que é tão lindo, tão puro.

“Se todos fossem iguais a vocêS, que maravilha viver… amar sem mentir, nem sofrer. Existiria a verdade, verdade que ninguém vê, se todos fossem no mundo iguais a vocêS…” – Tom Jobim.

Imagens: Tiago Sperotto Fotografia e Sandra Ferraz

Deixe uma resposta