Sobre brincos – qual usar com vestido de noiva?

Depois do bate-papo com a Sandrinha sobre as lingerie ideais para usar com vestidos de festa (perdeu? olha aqui oh) algumas das noivas do Atelier surgiram com dúvidas para escolher o brinco do grande dia. Então, no post de hoje, transcrevo a nossa conversa sobre o assunto. Esperamos que solucione as inseguranças todas. No mais, vocês bem sabem que desejamos só felicidade, leveza e muito amor sempre!

Vamos começar falando de tendência, Sandrinha. Qual você tem observado que é a escolha de boa parte das tuas noivas?
Definitivamente os brincos mais próximos da orelha com cristais de texturas e tamanhos variados na mesma peça. O modelo que as noivas não tem usado mais é o chandelier (ou candelabro) – para as convidadas é ainda um modelo em uso.

Você falou em mix de texturas e cristais, mas esse mix também se aplica ao vestido? Digo, se no vestido tiverem pérolas o ideal é que o brinco use o mesmo material?
Não, de forma alguma. Valem todas as misturas. O que eu indico sempre é optar pelo modelo em prata, pois deixa o look mais limpo, combina super bem com o branco e é ótimo para vestidos off-white também, além de realçar o brilho dos cristais.

E sobre adaptar o modelo ao formato do rosto da cliente. Quais as dicas mais preciosas?
Simples. A ideia é sempre pensar em harmonizar as linhas. Tem dicas lindas na internet nesse tema. Adoro esse post ilustrado com fotos de famosas do BLOG Espelho Rosa Choque e esse outro post do BLOG L’Affetto, especialmente porque as peças são lindas e o texto bem didático.

Uma última questão, o brinco deve combinar com o penteado da noiva? E qual penteado tuas noivas têm usado mais?
Sem dúvida, é necessário pensar novamente em equilíbrio e harmonia. Eu indico o cabelo preso. Sempre tendo o entendimento que a noiva cumprimentará muitos convidados, receberá beijos e abraços vários… Essa movimentação toda compromete muito o penteado. Aquele coque bem no alto da cabeça tá super em alta.
Por outro lado, tenho noivas que  fazem questão de deixar as madeixas soltas. Sem problemas. Só não vale se estressar no meio da festa se estiver mais despenteada do que quando a festa começou, né?
A única opção que eu realmente digo para elas evitarem é aquela meio preso/meio solto… No meio dá festa o tal “meio” vira uma indecisão só que ninguém gosta de ver!

Terminamos nossa conversa gargalhando. Normal. Quem conhece a Sandrinha sabe bem que não é difícil terminar um bate-papo assim.

Se vocês tiverem mais dúvidas, escrevam aqui nos comentários, gurias!

Beijos!

Deixe uma resposta